Isolamento Social | Um tema que toca a todos


Apr 19, 2018

Eu comigo…

Ah!... O silêncio, a paz, a tranquilidade! Que maravilha! Pelo menos à primeira vista parece algo desejado por todos nós, e quando não é? E quando este silêncio é imposto e transformado em solidão? O lar torna-se uma prisão da qual não se quer sair e ninguém é convidado a entrar.

O mundo parece confuso e rejeita-nos ou nós rejeitamos o mundo sem termos essa consciência.

Sente-se a indiferença dos outros e cai-se no isolamento social, em pouco tempo surge a tristeza e a rejeição que conduz uma bola de neve para a depressão. Os vizinhos não veem, os amigos esquecem-se, a família cansa-se. Fica-se só no mundo, ou assim o parece.

Um estudo recente revela que o isolamento social pode tornar-se um problema de saúde pública bem maior que a obesidade. Então como prevenir ou quebrar o ciclo do isolamento?

- Não espere que o convidem a sair, caminhe ao ar livre num local com pessoas, se frequentar sempre o mesmo local acabará por conviver com as pessoas com quem se cruza;

- Participe em grupos recreativos, pode começar por frequentar apenas algumas horas semanais;

- Faça voluntariado na sua área de residência, irá sentir-se útil;

- Se o convidarem para sair, não negue mesmo que não tenha vontade, faça o esforço para quebrar com este ciclo vicioso que é o isolamento, invista tempo com a família e amigos.

- Torna-se importante também “olhar com olhos de ver”, ver o mundo que nos rodeia e principalmente ver as pessoas que nos rodeiam, que por vezes estão tão perto e tão longe ao mesmo tempo. Esta dica aplica-se não só às pessoas que se encontram isoladas como também a toda a comunidade que deve estar atenta.

Lembre-se que a interação social, reduz em 50 % a probabilidade do risco de morte prematura.

 

Para conhecer o nosso serviço de atendimento e acompanhamento social, de ação social ligue 252 928 610/255 822 308 ou envie email para comunitario@acip.com.pt e tire todas as suas dúvidas.